Retinografia Fluorescente

Exame que auxilia na identificação e diagnóstico de lesões ou anomalias na retina. É indicado para pacientes com retinopatia diabética, alterações na retina por hipertensão arterial, alterações da mácula, tumores oculares e trombose. Realizado com ajuda de contraste especial endovenoso (fluoresceína sódica), que permite a observação detalhada dos vasos sanguíneos e a realização de fotografias do fundo do olho.

O paciente deve comparecer com acompanhante. Usuários de lente de contato devem interromper o uso no dia do exame. Fazer uma alimentação leve e estar em jejum duas horas antes. Durante o exame, é possível que o paciente sinta coceira, náuseas, tontura ou tenha vômitos. Existe risco de hipersensibilidade.