Se for dirigir, não leia!


Sendo bem rápido e sucinto: não, não descola a retina. É possível ler a Bíblia cruzando do Oiapoque ao Chui num carro bem sacolejante e o máximo que vai acontecer é o leitor ficar tonto.


Esta tontura por sua vez acontece porque quem lê num veículo em movimento está mandando duas mensagens conflitantes para o sistema nervoso. Do ponto de vista central, concentrada no texto à sua frente, o leitor está parado. Mas a visão periférica capta a paisagem correndo ao lado e manda avisar que ele está em movimento, o que gera uma confusão entre o cérebro e a visão. E isso pode causar um mal-estar. Entretanto, tal indisposição não tem nada a ver com descolamento da retina - e pode ser facilmente evitada se o leitor simplesmente colocar algum obstáculo, como uma cortina, na janela do veículo.


Já houve um caso registrado de um cidadão amazonense que descolou a retina lendo a bordo de um barco. Todavia, o leitor tinha agravantes que contribuíram para o descolamento: 6 graus de miopia e um caso severo de diabetes.


Para um olho normal, o perigo está mesmo naquela trombada no futebol, no cinto de segurança que escapa, ou mesmo nos air bags, como já mos