Tabagismo pode causar doenças oculares


O tabagismo é responsável por 200 mil mortes ao ano no Brasil. O vício é ainda causador de alguns problemas oculares, como catarata, glaucoma, doença de Graves, degeneração macular e queda de pálpebra. Porém, segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, cerca de 20% da população brasileira com 25 anos ou mais ainda é fumante.

Para esclarecer a população sobre os danos ocasionados pelo tabagismo falaremos sobre as principais doenças oculares resultantes dessa prática e quais tratamentos e cirurgias podem ser realizadas para diminuir os sintomas de cada doença.

Queda da pálpebra

A queda da pálpebra ocasiona não só um problema estético, mas também é responsável pela diminuição do campo visual, ardência e lacrimejamento constante. Para corrigir o problema, o ideal é realizar a cirurgia conhecida como blefaroplastia. “A cirurgia estética das pálpebras elimina as bolsas sob os olhos, o excesso e a flacidez da pele dessa região, alcançando resultados bastante expressivos.

Catarata

A catarata é uma doença caracterizada pela opacificação do cristalino, consequência do tabagismo. “Isso ocorre, pois os produtos químicos que compõem o cigarro atingem não só de forma sistêmica, mas também a superfície dos olhos durante o consumo. As altas temperaturas também contribuem para os danos do metabolismo ocular”.

Os sintomas da doença são visão turva e embaçada e, em casos extremos, cegueira reversível. A única forma