Não descuide dos olhos no outono!


O outono começou nesta terça-feira (20), às 13h14. A estação tem como característica menos chuva e temperaturas mais baixas.

Olho seco, alergia e conjuntivite são alguns dos problemas mais comuns da estação do ano.


Com a chegada do outono, o tempo seco e aumento da poluição no ar ressecam a lágrima que tem a função de proteger os olhos. Nesta época do ano a menor lubrificação dobra o número de pacientes que chegam ao consultório com olhos vermelhos, lacrimejamento, coceira, sensação de corpo estranho, queimação, fotofobia e visão borrada.

Estes sintomas, podem sinalizar a síndrome do olho seco que atinge 18 milhões de brasileiros, alergia ocular ou conjuntivite. Para cada doença é indicado um tratamento diferente. O uso de medicação inadequada pode transformar estas alterações em graves problemas oculares.

Por exemplo, o olho seco mal cuidado pode evoluir para uma úlcera na córnea. A alergia sem tratamento adequado causa a deformação da parte centra da córnea, por causa do hábito de coçar os olhos. Já a conjuntivite pode formar cicatrizes na córnea que diminuem a acuidade visual. Para evitar complicações a recomendação é procurar um oftalmologista ao primeiro sinal de desconforto.

  • Fatores de risco