A primavera e o cuidado com os olhos.


A estação das flores e cores também é a estação das alergias. Saiba como aproveitar a primavera sem que seus olhos sofram.

A primavera chegou! Cheia de cores e flores, com muito perfume e luz, alegrando nossos dias! Mas, chegou também, com todo este colorido, um aumento nos casos de alergia ocular e outros problemas nos olhos.

Na primavera há uma grande quantidade de pólen do ar, fator responsável por desencadear vários processos alérgicos como rinite, bronquite, asma e também alergia ocular e conjuntivite alérgica.

A alergia ocular e a conjuntivite alérgica começam com os olhos vermelhos e coçando, e se não tratadas podem colocar seus olhos em risco.

Alergia Ocular

A alergia ocular pode provocar nos olhos irritação, coceiras, vermelhidão (hiperemia), ardência, lacrimejamento, entre outros sintomas.

Resultado da resposta do nosso organismos a determinadas substâncias (alérgeno), a alergia ocular afeta os olhos e pálpebras. Ela atinge um grande número depessoas, mas tem maior incidência nas que já sofrem com algum outro tipo de alergia, como asma, rinite e sinusite.

Alguns colírios podem ser prescritos pelo oftalmologista para aliviar os sintomas, mas como toda doença alérgica, a prevenção é