Três sintomas do descolamento de retina que você precisa conhecer


Geralmente, o descolamento de retina acontece com mais frequência em adultos e idosos. É considerado uma urgência médica, pois quando o tratamento não é feito corretamente e depressa, o paciente pode perder a visão. Lembrando que a retina é uma membrana fina, que reveste a parte interna do olho.

O descolamento da retina acontece quando parte (ou toda) dessa fina estrutura se desprende. Rasgos ou furos na retina, tração na retina ou acúmulo de líquido sob a retina são as principais causas que levam ao descolamento.

Identificar os sintomas rapidamente é essencial para que o oftalmologista possa fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento. Buscar ajuda especializada é importante para que seja feito a oftalmoscopia indireta com dilatação pupilar. Por meio de um aparelho com um foco de luz e uma lente de aumento, o médico faz um mapeamento da retina e observa as bolsas de líquido no tecido para verificar se há furos ou rasgos no local.

Além disso, podem ser solicitados outros exames como exame de fundo do olho e ultrassonografia – principalmente quando existem sinais de hemorragia devido a outras condições oculares, como a catarata.

Mas fique tranquilo! Reunimos, abaixo, os principais sintomas para você ficar sempre atento e buscar ajuda médica quando for necessário.

1. Moscas volantes no campo de visão Se você estiver com a sensação de que há insetos voando diante dos olhos, pode ser que sua retina esteja descolada. Esse sintoma isolado não pode indicar o descolamento de retina, mas é preciso prestar atenção se aparecem manchas escuras que se movem na sua visão.