Terçol ou Calázio, saiba as diferenças.


Você sabe qual a diferença entre calázio e terçol?

Quais são as causas do terçol?

O terçol, também conhecido como hordéolo, é o entupimento das glândulas Zeis e Mol, localizadas na pálpebra. Elas são responsáveis por produzir uma das secreções que compõe a lágrima.

Com a oleosidade da pele aumentada na região, o excesso de poeira do ambiente, uso de maquiagem e a falta de limpeza adequada, elas podem obstruir e acumular líquidos. Esse tecido inflamado torna-se um ambiente propício para bactérias, especialmente estafilococos, que infeccionam o local, provocando o terçol.

Quais são os sintomas de terçol?

O terçol, por se tratar de uma inflamação, apresenta os sinais flogísticos, ou seja, vermelhidão (eritema), inchaço (edema), calor e dor na borda da pálpebra acometida. Pode haver fotofobia e sensação de corpo estranho no local edemaciado. Com a evolução do terçol, em alguns dias pode haver liberação da secreção que estava contida nas glândulas.

Qual o tratamento para o terçol?

Geralmente, o terçol tem uma evolução auto-limitada, ou seja, ele melhora sem a necessidade de um tratamento específico, drenando a secreção e melhorando a dor. Utilizar compressas mornas ajudam bastante a drenagem.

Em raros casos pode ser necessário realizar algum tipo de microcirurgia para drenar a secreção e retirar a glândula. Por isso, lembre-se que é sempre importante procurar um oftalmologista para obter melhores resultados no tratamento.